Enquete

Qual é sua avaliação do Governo do Estado com os funcionários públicos?

Otimo

Bom

Regular

Péssimo

 

Acupuntura: técnica poderosa para seu bem-estar emocional (27/09/2020)

  • Acupuntura é uma técnica milenar que integra a medicina tradicional chinesa. Os benefícios desse tratamento têm sido cada vez mais reconhecidos. Sua aplicação vem sendo expandida e utilizada para cuidar de diversas áreas da saúde humana, incluindo a saúde mental. 

    Depressão, transtornos de ansiedade e até dependência química encontram na prática da acupuntura uma via alternativa para o cuidado terapêutico da mente e aumento do bem-estar emocional.

    Diversos estudos têm mostrado que a acupuntura é uma terapia valiosa. E, por que não dizer milagrosa? Ela age como auxiliar dos tratamentos convencionais com antidepressivos e psicoterapia, aliviando significativamente o sofrimento de quem convive com distúrbios e transtornos de saúde mental.

    Se você deseja saber mais sobre como a técnica pode ajudar no seu bem-estar emocional e de pessoas à sua volta, continue com a gente nesta leitura!

    Princípios da Acupuntura
    A acupuntura tem como principal objetivo restaurar o equilíbrio dos chamados canais meridianos. Os chineses consideram que nosso corpo possui uma energia vital, a quem eles denominam Qi. 

    Portanto, a prática se baseia na ideia de que nossos maiores problemas relacionados à saúde física e mental são causados ​​pelo desequilíbrio dessa energia. Mas quando corpo e mente encontram-se em perfeito funcionamento, o Qi flui através dos canais meridianos, que estão localizados em pontos diversos do corpo.

    De acordo com essa tradição, às vezes o Qi fica congestionado em diferentes vias meridianas, levando a doenças ou distúrbios.

    Esse congestionamento dos canais meridianos e consequente bloqueio do Qi podem ter uma variedade de causas, entre elas a má alimentação, estresse e traumas físicos, herança genética, entre outros. 

    Acupuntura e o bem-estar emocional
    O papel da acupuntura, portanto, é desbloquear esse fluxo de energia e tratar a verdadeira fonte do problema, seja ele puramente físico ou de ordem emocional.

    Uma demonstração dos resultados da aplicação dessa técnica para o bem-estar emocional está num estudo realizado pela Universidade do Arizona, que analisou a forma como 34 mulheres com depressão responderam ao tratamento de acupuntura especializada, acupuntura generalizada (que não era aplicada em pontos específicos) e nenhum tratamento.

    O resultado da análise foi que entre as mulheres que receberam a acupuntura especificamente para tratar a depressão, 43% tiveram uma redução em seus sintomas. Nas demais, 22% que receberam acupuntura geral apresentaram alguma melhora e apenas 14% das que não receberam nenhum tratamento tiveram redução nos sintomas.

    Após cerca de dois meses de tratamento com a técnica destinada aos cuidados com a depressão, mais da metade das mulheres já não se sentiam deprimidas.


    Teoria dos 5 movimentos e a relação entre corpo físico e mente
    Para a medicina chinesa as doenças e transtornos psicológicos têm uma relação direta com o mau funcionamento do organismo. Desse modo, como princípio básico para equilibrar corpo e mente, a acupuntura relaciona os órgãos do corpo aos estados emocionais para a aplicação da técnica de agulhamento.

    Tudo parte do princípio da Teoria dos 5 Movimentos, segundo a filosofia chinesa. Essa teoria é aplicada na medicina tradicional, da qual a acupuntura faz parte, e traça um paralelo entre os elementos da natureza – água, fogo, terra, madeira e metal – e o corpo humano. A partir disso, os órgãos são classificados de acordo com cada um desses cinco elementos.

    Vejamos os exemplos de classificação dos principais órgãos e seus elementos associados:

    rins = água
    coração = fogo
    fígado = madeira
    pulmões = metal
    baço/pâncreas = terra
    A essa altura você deve estar se perguntando “E onde as emoções e a saúde mental entram nisso tudo?”.

    Bem, a medicina tradicional chinesa também segue o princípio de que cada emoção está associada a um determinado órgão e, consequentemente, a um dos elementos. As emoções que mais se destacam são: alegria (coração), tristeza (pulmão), raiva (fígado), preocupação (baço-pâncreas) e medo (rins).

    A importância de observar as emoções
    Para que possamos relacionar os transtornos mentais, é preciso observar que tipo de emoção eles despertam. A depressão, por exemplo. De acordo com a teoria dos cinco movimentos, uma pessoa que apresenta humor deprimido, tristeza e melancolia profunda, também apresentará um desequilíbrio energético do pulmão.
    Já o indivíduo constantemente irritado, que demonstra mudanças bruscas de humor, pode apontar um desequilíbrio da energia do fígado.

    Um terceiro exemplo pode ser dado sobre alguém que se sente ansioso, com pensamentos fixos, apresentando falta de energia. Nesse caso, o desequilíbrio aponta para o baço ou pâncreas. 

    Portanto, a acupuntura segue esses mesmos princípios, e sua técnica consiste em seguir a orientação dos pontos de fluxo energético (canais meridianos) conforme os órgãos e seus elementos. 

    Nos tratamentos de saúde mental a aplicação será orientada conforme os órgãos que se relacionem com as emoções em desequilíbrio.

    Como é aplicada a técnica de acupuntura?
    A técnica consiste na aplicação de agulhas com espessuras e comprimentos variados, que são colocadas em áreas específicas de acordo com o que está sendo tratado. Os pontos de acupuntura são as vias meridianas, que quando bloqueadas impedem a passagem do fluxo de energia vital.

    Um desses pontos, por exemplo, é o Yintang, que fica localizado no meio da testa, exatamente entre as sobrancelhas. Ao ser estimulado pela agulha, esse ponto é capaz de acalmar a mente e diminuir tonturas e dores de cabeça. É a via de fluxo energético mais utilizada para tratar distúrbios do sono, ansiedade e estados de confusão mental.

    Assim, terapeuta acupunturista seguirá o mapa dos pontos de fluxo energético de acordo com os cinco movimentos, para aplicar as agulhas e liberar os canais de passagem do Qi, tratando cada problema emocional conforme sua necessidade.

    Combinação de terapias
    Os benefícios da acupuntura na saúde mental já são comprovados, e se valer dessa técnica milenar pode significar um grande progresso nos tratamentos de ansiedade, depressão, estresse pós-traumático e até fobias.

    Todavia, é preciso reconhecer que a integração de tratamentos é mais valiosa que a substituição. Mesmo que a acupuntura seja uma alternativa à medicina convencional e aos alopáticos, ter uma orientação médica em casos de doenças em graus mais severos é sempre o recomendado.

    Da mesma forma, o acompanhamento psicológico e as sessões de psicoterapia não devem ser abandonadas ou desconsideradas. Ao contrário, elas devem somar na busca por qualidade de vida e bem-estar emocional.

    Tatiana Pimenta
    CEO e Fundadora da Vittude. É apaixonada por psicologia e comportamento humano, sendo grande estudiosa de temas como Psicologia Positiva e os impactos da felicidade na saúde física e mental. 

    Site: Virtude.COM

    Associados e dependentes tem descontos com  acupunturarista, click aqui.

Copyright © SINDFESP - Todos os direitos reservados
Desenvolvido por E-Assis